Para Raquel e Camilla

Era uma noite de UFC e aqui estávamos nós, mais uma vez: maridos diante da TV e mulheres à mesa, colocando a conversa em dia.

Se eu dissesse que me aproximei delas por acaso, numa viagem de última hora, poucos acreditariam. Porque desde então elas fazem parte da minha vida como duas grandes e insubstituíveis amigas. Consultoras de assuntos aleatórios, confidentes para momentos felizes e tristes, companheiras em dias de festa e de cansaço.

Mas neste dia, enquanto elas conversavam sobre suas histórias da gravidez, eu me deixei reparar nos cabelos, nos jeitos e olhares, e vi que elas estavam completamente mergulhadas na missão de ser mãe. Vez ou outra, eu tentava mergulhar no universo delas contando uma história que eu soube ou tentando sentir o pequeno Murilo se mexer dentro da barriga, mas a verdade é que eu me senti um pouco órfã, e ao mesmo muito feliz.

Ver duas meninas que eu amo se transformando em mães é o meu pequeno privilégio dos últimos e dos próximos meses. E espero que elas entendam quando eu, sem saber exatamente o que elas sentem, cair em lágrimas simplesmente por ver um gesto ou ouvir um depoimento sincero de suas jornadas.

Para Honey e Flor, minhas amigas e comadres, eu registro aqui o meu amor de irmã e de tia.

Advertisements

Pensamentos soltos

Da garupa da moto, eu via poesia na rua.

Uma senhora passeando com flores nas mãos. Um homem de bermuda lendo livro no ponto de ônibus. Passarinhos voando em círculos em volta de um prédio. Pessoas distraídas, andando no sol. Uma senhora de sobretudo e sapatos vermelhos saindo do Mercadão. Nomes engraçados nas fachadas antigas.

Sobre duas rodas, os olhos veem mais e os ouvidos ouvem toda a confusão de pensamentos da minha cabeça. Ali, no som abafado do capacete, eu via tudo isso enquanto pensava no fim (próximo) desse blog.

DecoraBox

“Uma brincadeira que virou sonho que virou ideia e virou negócio. A DecoraBox é uma caixinha de sentimentos transformada em Coleções artesanais de decoração para datas e momentos especiais.
Ao meu marido, à minha família e aos amigos que sempre me apoiaram pra começar algo novo, taí: eu dedico esse começo a vocês.”

Assim começou a DecoraBox: com gratidão, emoção, post no Facebook e coração a mil. Há pouco mais de um mês, o item 5 deixou de ser sonho pra ocupar a minha mente (e a minha casa) com caixas de papelão quadradinhas, cheias de detalhes que saem das minhas mãos pra voar em direção às mesas de outras casas.

unnamedItens decorativos cuidadosamente feitos com tecidos, palitos, laços, papéis e fitas, que depois se organizam em saquinhos rústicos enumerados, ganham um manual e dividem espaço na caixa de papelão com um bocado de carinho e expectativa.

Fita de empacotamento, carimbo, assinatura à mão e pronto. A cada entrega, eu deixo uma Box e levo comigo a recordação de um sorriso, uma conversa no sofá ou de um convite para um café.

O Dia das Mães está chegando e eu mal posso esperar pra saber como a primeira Coleção, intitulada “Da arte de ser Mãe”, vai sair da caixa pra viver um momento especial com as famílias que decidiram comprar essa ideia comigo.

Hoje, 6 de maio de 2015, eu risco o item 5 da lista (ainda nem acredito nisso!) – dia em que todas as caixas da primeira Coleção acabaram; dia em que eu fechei a terceira minifesta para o mês de junho; dia em que a segunda Coleção já vai começar.

No Facebook: fb.com/decorabox
No Instagram: @decorabox
Encomendas para: minhadecorabox@gmail.com